Noticias 22/10/2019 - 11:36 - Jarbas Coutinho/Governo do Tocantins

Governo do Tocantins inaugura Central de Atendimento à Mulher 24h em Palmas

Unidade foi implantada na região sul de Palmas e faz parte do Plano Estadual de Segurança Pública e Defesa Social Unidade foi implantada na região sul de Palmas e faz parte do Plano Estadual de Segurança Pública e Defesa Social - Antonio Gonçalves/Governo do Tocantins
ATI realizou a instalação da parte física e lógica da Central de Atendimento ATI realizou a instalação da parte física e lógica da Central de Atendimento -
Wanderlei Barbosa inaugurou nessa segunda-feira, 21, a primeira Central de Atendimento à Mulher 24 horas, localizada na região sul da Capital Wanderlei Barbosa inaugurou nessa segunda-feira, 21, a primeira Central de Atendimento à Mulher 24 horas, localizada na região sul da Capital - Antonio Gonçalves/Governo do Tocantins

O Governo do Estado do Tocantins inaugurou na tarde dessa segunda-feira, 21, a primeira Central de Atendimento à Mulher 24 horas (CAM 24 horas), uma antiga reivindicação do público feminino. A unidade foi implantada na Rua T-13, quadra 17, lote 18, no Setor Santa Fé, região sul de Palmas, e faz parte do Plano Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, que prevê a estruturação, ampliação, aparelhamento e manutenção de delegacia especializada em atendimento à mulher.

 “O Governo do Tocantins é sensível a essa causa e tem demonstrado interesse em aumentar e aparelhar os ambientes de proteção para que a mulher se sinta amparada e segura para fazer uma denúncia, porque o local é preparado para ela. As pessoas aqui são preparadas e qualificadas para lidar com essa situação”, frisou Wanderlei Barbosa, destacando ainda que esse modelo de atendimento deve ser estendido a outras localidades do Estado, como parte da política do Governo do Tocantins de humanizar o atendimento à mulher vítima de violência. 

A Agência de Tecnologia da Informação (ATI)  realizou o a estruturação da Central de Atendimento, os técnicos realizaram a instalação da parte física com aparelhamento dos cabos de rede, telefonia e testes de energia. Como também toda a parte de rede lógica da delegacia, dando continuidade ao suporte de sistemas utilizados na Central e atendimento com mecanismos capazes de garantir a integridade da informação.

Central de atendimento

O objetivo da Central é proporcionar atendimento à mulher vítima de violência doméstica muito além de lavrar flagrante e procedimentos investigativos. “Agora podemos amparar essa mulher que sofreu uma violência doméstica familiar, psicológica, patrimonial. Ela terá esse apoio 24 horas, capitaneado por delegado, escrivão e agentes de polícia treinados no sentido de evitar a revitimização desta mulher, que historicamente passa por essa violência”, ressaltou a delegada geral de Polícia Civil, Raimunda Bezerra de Sousa.

O titular da pasta da Segurança Pública, Cristiano Sampaio, disse que a implantação dessa Central de Atendimento à Mulher constitui uma vitória de todos os segmentos que se sensibilizam com a causa. ”É uma vitória de todos, principalmente do segmento feminino, que passa a contar com uma porta aberta de forma permanente para buscar apoio quando sofrer qualquer tipo de violência. Nossa obrigação é atender bem a todos, principalmente aqueles em situação de vulnerabilidade”.